segunda-feira, 10 de março de 2014

E há quem não acredite em histórias de amor #1

Homem vai à procura da mulher três anos após o tsunami.



Mais de 2600 pessoas continuam desaparecidas três anos depois de o Japão ter sido atingido por um terramoto, um tsunami e um acidente nuclear e as buscas continuam no Nordeste do território, área onde se perderam mais vidas no dia 11 de Março de 2011.
Muitos são os que continuam à procura dos seus entes queridos. É o caso de Yasuo Takamatsu, um condutor de autocarros de 57 anos que ainda não perdeu a esperança de encontrar a sua mulher.

O motorista está tão determinado em encontrar os restos mortais da sua companheira que decidiu ter aulas de mergulho de forma explorar o Oceano Pacífico e tentar descobrir sinais que possam indicar onde estão.

Takamatsu conta que a última mensagem que recebeu da mulher, poucos minutos depois do terramoto, dizia: “Eu quero ir para casa”. “Foi a última mensagem que ela me mandou e eu sinto-me muito mal por ela ainda estar por aí algures. Quero trazê-la para casa o mais rapidamente possível”, explicou.

A senhora Takamatsu, uma bancária de 47 anos, é uma das 250 pessoas residentes em Onagawa que continuam desaparecidas. Mais de 800 habitantes daquela vila morreram vítimas do tsunami.

6 comentários:

Sónia TM disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Maria disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
ss. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
ss. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
cronicasdeumaraparigadesonho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Green disse...

Realmente... é uma bela história dentro de outra tão triste...